Dicas para evitar problemas financeiros

problemas financeiros

Se você está com dívidas na empresa e está em busca de uma ajuda, para que você comece a economizar mais e evitar certos gastos e assim, evitar também problemas financeiros, nós temos algumas dicas que poderão ser úteis para você.

 

No artigo de hoje, separamos 8 dicas para que você evite problemas financeiros e para que você não se encha de dívidas na empresa e acabe ficando negativado. Para que você confira todas elas e possa colocá-las em prática para aprender a economizar, basta que você continue lendo o artigo.

1. Saiba o preço certo para cobrar dos clientes

É muito importante, que você saiba por quanto irá vender certo produto, fazendo uma análise geral, incluindo tudo aquilo que foi gasto em material, o trabalho e adicionando também o lucro que a empresa irá receber por ele. Você não deve extrapolar,mas venda o produto do valor que realmente ele deve ser, nem aumentado muito e nem diminuindo demais.

 

Isso porque, se o seu produto for muito caro, além do que se espera,as pessoas não irão comprá-lo a você e sim, buscarão por preços mais baixos. No caso de você escolher vender por um preço muito baixo, você não obterá lucro algum e ainda poderá ter prejuízos, tendo que cobrir as dívidas.

2. Mantenha o seu Fluxo de Caixa

Manter o fluxo de caixa também é uma ótima dica. Isso porque, quando você retira certo valor para pagar dívidas da empresa, mas vende a vista e tem valores para serem recebidos próximo a data de retirada, você está com um bom fluxo no seu caixa, não deixando-o no zero e não tendo assim, problemas financeiros.

 

Ao ter um bom fluxo de caixa, você terá a chance de poder vender mais a prazo, comprar mais material para a confecção dos seus produtos e etc., tudo isso de uma forma muito mais tranquila, pois você saberá que tem uma garantia e assim, conseguir controlar suas dívidas.

3. Saiba qual é a utilidade do Capital de Giro

É necessário que você também tenha um bom capital de giro. Isso porque, você precisa realizar compras de materiais e outros, e para isso, é necessário que você tenha com o que pagar e não se afundar em dívidas. Assim, vender, receber e ter uma reserva para que assim você possa realizar suas compras sem aperto algum é uma ótima estratégia.

4. Não faça retiradas ou dívidas caso a sua empresa não esteja tendo lucro

Caso você observe que a sua empresa não está indo tão bem, que está vendendo pouco ou se você está vendendo um produto barato, mas que devido ao aumento dos materiais não está dando para ser tão barato assim, você não está obtendo lucro, então você não deve fazer nenhuma retirada no dinheiro da empresa.

 

Fazer dívidas em um momento como esses, onde você não está tendo lucro, também é algo bem complicado, pois você pode acabar afundando em dívidas e pode, até mesmo, acabar ficando com o seu nome sujo ou negativado por causa disso.

5. Negocie as dívidas da sua empresa

Negociar as dívidas também é uma ótima solução para que você não acabe se prejudicando e prejudicando ainda mais a sua empresa. Com isso, saiba negociar bem. Caso você esteja devendo um certo valor para um credor, vá até ele entre em contato com o mesmo e solicite uma negociação. Logo, ele dará a proposta dele e você, instantaneamente, já deve estar com a sua proposta preparada, fazendo com que ele entenda que você realmente está querendo pagar a dívida.

Fique de olho, não se deixando levar por certos descontos. Esteja sempre atento e faça todos os cálculos para saber se aquela proposta é realmente boa.

6. Crie o hábito de anotar as dívidas

Ter um caderno, uma planilha no celular ou no computador e outros meios para anotar as suas dívidas é algo muito importante. Isso porque, quando você não anota, você pode acabar esquecendo de pagar uma dívida, podendo se complicar.

Então, anote cada gasto que você tiver, compras, pagamentos a serem feitos durante o mês (aluguel, luz, etc.) e outros.

7. Todo mês, defina uma meta de economia

Quando você já estiver organizado, com suas dívidas em dias, é necessário que você estabeleça somente o que você precisa. Certos tipos de empréstimos mais caros e outros serviços podem ser cortados para que você possa economizar mais.

8. Se você fez tudo isso e conseguiu economizar, o próximo passo é investir!

Se você já conseguiu se organizar, ótimo! Agora, o próximo passo é começar a investir em alguma modalidade de investimento que realmente possa dar um bom rendimento para a sua empresa. Busque conhecer cada um deles e veja em qual deles você correrá menos risco de perder todo o investimento e ao mesmo tempo, ter um bom lucro.

Author: Irene Moreno