8 dicas de estruturação do marketing para seu coworking

Os tempos mudaram, as pessoas evoluíram e o marketing para coworking passou a fazer parte da vida de empreendedores que querem oferecer espaços compartilhados para os mais diferentes profissionais. 

Os ambientes de trabalho também estão passando por mudanças significativas, por diferentes motivos. 

A tecnologia é uma das razões que afetaram o modo como as pessoas têm encarado a forma como trabalham.

Esses espaços compartilhados, conhecidos como escritórios de coworking, reúnem os mais diferentes profissionais, entre os quais:

  • Autônomos;
  • Empreendedores iniciantes;
  • Freelancers;
  • Trabalhadores remotos.

O que esses profissionais procuram é um local que possa realizar as tarefas do dia a dia de forma tranquila, onde estejam disponíveis móveis e equipamentos confortáveis e uma internet estável.

Dessa forma, podem realizar os trabalhos de maneira ininterrupta, além de proporcionar a oportunidade em aumentar o networking, com contatos interessantes que possam ser bastante úteis para projetos atuais e vindouros, em ambientes e fluxos mais flexíveis.

Sendo assim, os empreendedores devem apresentar, de maneira inteligente, os espaços que possuem à disposição. Isso inclui uma campanha de divulgação que reúne estratégias de marketing que podem ser empregadas ao longo do tempo.

O investimento pode variar de acordo com o alcance que quer atingir. Porém, com a soma do marketing digital dentro do planejamento estratégico, isso pode ser muito benéfico para ter as mesas e cadeiras ocupadas, assim como as salas de reunião disponíveis.

A seguir veja 8 dicas dentro das estratégias de marketing voltadas para esse setor que está se expandindo por todo o território nacional, e indo além das fronteiras.

Tenha um site otimizado e acessível

Muitas pessoas que trabalham em um coworking João Pessoa, ou qualquer outro município, invariavelmente precisam utilizar a internet em algum momento. Seja para enviar um relatório, receber um e-mail, ou mesmo organizar um marketplace.

Logo, o público-alvo, na maioria das vezes, está inserido dentro do ambiente virtual, ou seja, na internet. Por isso, é preciso garantir que a campanha publicitária tenha como foco o marketing digital.

Diversas ferramentas podem ser utilizadas para a divulgação do espaço, e um site otimizado é imprescindível para que as pessoas possam navegar de maneira acessível e sem qualquer tipo de problema.

O site pode contar com diversas áreas, desde a apresentação do espaço até o depoimento de clientes que já passaram pelo ambiente.

Aponte o local em ferramentas de localização 

A aplicação do marketing digital no próprio empreendimento permite a utilização de diversas ferramentas que estão disponíveis na internet e, consequentemente, nos aparelhos eletrônicos e equipamentos diversos, atingindo diferentes públicos.

Um espaço de coworking que oferece salas exclusivas para aulas de MBA consultoria empresarial pode indicar isso para que seja apontado em GPS veicular, sempre presente em centrais multimídia, também construindo mais valorização para os espaços e atraindo pessoas próximas.

Os aplicativos de celulares cujo objetivo é mapear uma área, mostrando a localização em tempo real, pode direcionar as pessoas interessadas que procuram esse tipo de espaço e não conhecem a região.

É preciso lembrar que o mobile marketing está em expansão, dado o número de smartphones que estão cada vez mais acessíveis e nas mãos dos usuários, sendo que a internet móvel está dentro do pacote de diversas operadoras de telefonia.

Conte com profissionais para adequar o espaço

Uma sala ampla pode ser aproveitada de diversas maneiras, quando se trata de um espaço de coworking. Para que a divulgação seja de acordo com a propaganda apresentada, é preciso evitar ao máximo qualquer tipo de reclamação por parte dos clientes.

Por isso o suporte de uma empresa de consultoria de TI faz toda a diferença no que concerne às condições de tecnologia da informação. 

Assim, é preciso levar em consideração que muitos profissionais que procuram esses espaços dependem da internet para trabalhar continuamente.

Com um suporte a todo instante, os serviços disponíveis para os clientes sempre estarão à disposição. Portanto, é preciso sempre pensar, também, em um plano B para que nunca falte nada para os clientes.

A limpeza do ambiente também é importante. A sala de uso comum deve estar sempre limpa e bem cuidada, com iluminação eficiente e climatização agradável, promovendo uma experiência mais agradável e fidelizando esse público. 

Os banheiros devem ser higienizados continuamente, para evitar qualquer tipo de interdição por parte de órgãos fiscalizadores ou maus odores.

Para isso há empresas que oferecem mão de obra terceirizada, que pode ser incluída nos custos repassados aos clientes, por exemplo. 

Conheça o tipo de público-alvo a ser atendido

Não é todo mundo que entende que em uma sala de coworking não cabe o individualismo. Respeito pelo espaço do próximo é muito importante, por isso é preciso entender que todo o ambiente é compartilhado e regras de convivência são necessárias.

Por isso também cabe ao empreendedor indicar dentro do marketing digital para qual tipo de público esse tipo de espaço é mais indicado, bem como as diretrizes para uso, benefícios e cuidados.

Se uma empresa que trabalha com distribuidor de sensores de automação industrial precisa de uma sala mais reservada, cabe ao empreendedor indicar a disposição de salas individualizadas, que podem ser utilizadas com os mais diversos equipamentos. 

Essa é uma solução que gera mais rendimentos ao empreendedor, e ainda satisfaz às necessidades dos clientes.

Marque presença nas redes sociais

É impossível falar em propaganda ou marketing digital sem citar as redes sociais, assim como os equipamentos eletrônicos que permitem o acesso a aplicativos dedicados, essas plataformas estão associadas a fonte de pesquisa e até mesmo utilizadas como marketplaces.

Em uma breve pesquisa é possível encontrar uma gráfica impressão de rótulos em São Paulo, e a mesma ação pode ser realizada para os coworkings e, para que a empresa seja apresentada no decorrer de uma pesquisa, é crucial estar presente nas redes e fazer publicações.

Dessa forma, é importante investir parte do orçamento da campanha publicitária para as mídias sociais.

Basicamente, elas são ferramentas que permitem apresentar o espaço com fotos e textos, além de ser um receptivo de leads que podem se transformar em clientes, explicando mais sobre o negócio.

Mais ainda, as redes sociais permitem a interação entre empreendedores e consumidores, o que pode ser utilizado como propaganda orgânica e natural. 

Fortaleça o mailing e envie mensagens

Para que um cliente possa utilizar o espaço de um coworking, qualquer pessoa precisa fazer um cadastramento. 

Nesse cadastro estão dados que devem ser utilizados de maneira inteligente, formando um mailing que pode ser muito rico e apontar para um público segmentado, mantendo a relação com o público e possíveis clientes.

Sendo assim, se uma empresa que trabalha com assistência técnica de balanças eletrônicas precisa de um espaço temporário para os representantes comerciais, ela pode receber todas as informações por e-mail marketing. 

Ou seja, sempre que alguém fizer o cadastro, é possível identificar informações além de nome e endereço físico. 

O e-mail, local de trabalho, área de atuação profissional são dados que sempre podem ser pontos de referência para segmentar o envio de uma propaganda. 

Mantenha toda a documentação em ordem

Um espaço que promova a segurança geral deve indicar isso em momentos oportunos, quando se trata de um ambiente compartilhado e pode reunir um número grande de pessoas, dependendo da área disponível. 

A inscrição municipal e a disposição do documento AVCB Belo Horizonte indicam que todos os cuidados em relação à prevenção de incêndios e acidentes foram tomados, conforme a legislação vigente, trazendo mais segurança para os clientes e evitando riscos diversos. 

Isso pode ser destacado em propagandas de maneira sutil, com todas as informações sendo apresentadas de maneira lúdica e esclarecedora, para que não tenha nenhuma dúvida, e trazendo o benefício da seguridade.

Disponibilize o espaço para eventos corporativos

O horário de funcionamento de um espaço de coworking pode ser variado. 

De acordo com o público, é possível disponibilizar as salas apenas em horário comercial, ou mesmo se estender para as 23h ou meia-noite. Há locais que podem atender clientes durante as 24 horas do dia, conforme necessidade e padrões estabelecidos.

Ainda assim, é possível disponibilizar um espaço mais reservado para a realização de eventos corporativos. 

Por exemplo, para que uma empresa possa reunir representantes comerciais de produtos profissionais para salão de beleza e barbearias. 

Esses encontros corporativos também podem ser usados como uma forma de networking, apresentando o espaço para potenciais clientes e empresas que querem oferecer aos funcionários um segundo ambiente de trabalho remoto. 

A criatividade deve ser explorada ao máximo quando se trata de marketing para um espaço de coworking, pois muitos usuários esporádicos desse tipo de lugar podem ser potenciais clientes recorrentes. 

Conclusão 

Todas essas dicas podem ser aplicadas ao longo do tempo, de maneira calculada e utilizando as ferramentas apropriadas em cada momento. 

O mais importante é oferecer um espaço agradável aos clientes, com mobiliários adequados dentro do ambiente livre de barulhos externos. 

Uma boa localização e serviços adicionais podem ser diferenciais, como estacionamento e área de lazer para as pausas entre trabalhos. 

A disposição de um serviço de internet sem quedas, e um gerador de energia para emergências também são pontos que podem ser destacados dentro do marketing. 

Dessa forma, os profissionais que procuram as salas para trabalho podem sempre voltar, e melhor, indicar para outras pessoas que trabalham em esquemas parecidos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Author: Irene Moreno